Corrida: um santo remédio (parte VI)

depressao2

Por Fernanda Lüttke

running_people_01 (1)Esses dias compartilhei em meu facebook a frase “Correr embaraça o cabelo e desembaraça a cabeça”. Para mim esse é um dos fatores mais fortes que me leva a amar tanto a corrida. Sim, a corrida desestressa e melhor, combate a depressão, doença que afeta duas vezes mais as mulheres que os homens.

Os sintomas são falta de ânimo, tristeza constante, pensamentos negativos e ausência de prazer. E a corrida é um antidepressivo natural. Isso porque, além de aumentar os neurônios, o que fortalece o cérebro, ainda libera dopamina e endorfina, o que mexe diretamente com o humor da pessoa.

Há também o fator psicológico, já que, quando corre, a pessoa distrai a mente, conta com o apoio de outras pessoas e há também a sensação prazerosa de quando se atingem objetivos e limites são superados!

É importante lembrar que, antes de começar a prática de qualquer exercício, é super importante procurar orientação médica para avaliar a sua condição física.

Perdeu algum post da série “Corrida: um santo remédio”? Então clica aqui e confere o que já foi publicado!

(Fonte: Guia de Corrida para Mulheres)

Fernanda Lüttke

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *