10 km com frio, percurso lindo e estreias na Meia Maratona de Floripa

10 km com frio, percurso lindo e estreias na Meia Maratona de Floripa


Quem gosta de correr entende que acordar às 3 da manhã, no Dia dos Namorados, deixar o marido dormindo e enfrentar o frio e as pistas ao lado dos amigos não é loucura, mas sim uma paixão incontrolável de sentir o que só a corrida nos proporciona!

E foi isso que fiz, não só eu como muitos dos mais de 6 mil participantes dessa prova linda. Entre eles os meus amigos da CBS Running -com quem eu fui de van para Floripa – e também o povo das Mulheres na Pista, que saíram de Meia Praia, para enfrentar o frio histórico que fez na manhã deste domingo na Capital de Santa Catarina.

A viagem não podia ser mais divertida, com o Junior, do Desafio Running, fazendo todos rirem com suas brincadeiras, o cara acorda já ligado nos 220 V! E essa empolgação foi os poucos quebrando o gelo e o sono e fazendo com que nossos atletas chegassem em Florianópolis super animados.

IMG_20160612_064522656 (1)

Antes ainda paramos para nos aliviar e comer algo antes da prova, cada um levou o que está acostumado antes de correr, a Fabi levou crepioca, além do café quentinho que ajudou a acordar e esquentar. A Xanda e o Xando foram pra banana – a Xanda também levou café quentinho – eu fui de bolachinha Belvita e um gole de café preto mesmo.

E lá seguimos para a área da largada, onde encontrei a Carol que estava com meu kit e nossos amigos Marcio, Gabi, Binho, o Gerson – marido da Carol – também estava lá!

IMG_20160612_072640959 (1)

EIMG_20160612_071934116 (1)ncontrei também a Dani, a amiga de São Paulo que conheci pessoalmente na mesma prova ano passado! Fizemos os exercícios de mobilidade, e fomos direto para o funil de largada, que estava bem muvucado, afinal, mais de 6 mil pessoas, todos querendo correr, dá aquela ansiedade, nervosismo. Desejei boa prova para quem eu sabia que ia correr longe de mim pelo pace como o Junior e a July que estrearam nos 21 k, a Lenita e o Xando, mais uma meia na conta deles, as meninas Surtadas no Asfalto, Débora, Natália e Nádia, também pela primeira vez nos 21 k, a Roberta e a Xanda, nos 5 km. Já a Luci e a Ivana, que estreavam nos 10 km, aí eu fui do lado, conforme prometido, e foi emocionante acompanhar essas duas guerreiras nessa prova.

Quando deu 7h30, hora da largada, ainda tivemos que esperar dispersar, então passamos pelo pórtico um pouco depois, era muita gente. Uns passavam empurrando, outros caminhavam, enfim, cada um no seu ritmo. E eu sempre cuidando para que Luci, Ivana e eu ficássemos juntas. As vezes nos separávamos para alguma ultrapassagem, mas quando via que elas estavam me procurando, eu já avisava que estava ali!

E assim fomos, nesse empurra, empurra por um bom tempo. Nele que encontramos a primeira subida da prova, para entrar na ponte, tem a Colombo Salles e a Pedro Ivo, confesso que não sei qual que vai e qual que volta (ATUALIZAÇÃO: a Carol explica: Colombo Salles – é a que sai da ilha  – com S de sair) e Pedro Ivo – é a que entra na ilha  – com I de Ilha). Mas a vista estava linda de qualquer forma. Aproveitava em alguns momentos para ir mais para frente e tirar selfies que as duas aparecessem. Foi muito divertido, isso porque elas queriam ir num ritmo confortável, e foi assim que fomos.

IMG_20160612_081708870_TOP (1)

Sempre perguntava pras duas se estavam se sentindo bem, confortáveis, e elas seguiam bem, com uma determinação no olhar impressionante. Foi inspirador. Fomos aproveitando a vista, relembrando como os treinos no Mirante (que o Cristiano da CBS Running sempre coloca em nossas planilhas) realmente fazem diferença, afinal vimos muita gente caminhando nas subidas das pontes e nos elevados.

No meio da ponte de volta ainda encontramos a Derlayne que aproveitava para fazer fotos. E seguimos nós quatro até o finzinho da prova, quando a Ivana nos chamou para um Sprint final, foi lindo! Muitas fotos, muitos abraços, muita felicidade por terem estreado nos 10 k, e eu emocionada por ter sido convidada a testemunhar essa façanha, é muita alegria. Para vocês terem uma ideia, amamos tanto que ano que vem nos desafiamos a fazer os 21 k na Meia de Floripa!

IMG_20160612_085241679 (1)

Pegamos a medalhas, frutas e enquanto colocávamos de volta os casacos que estavam no guarda volumes a Ivana me contou que tem dois “mantras” que segue e repete para si mesma enquanto corre e pedala (sim, a mulher é fera nos pedais!): um deles de que a dor não vai chegar, que ela não vai sentir dor. O outro é que ela vai conseguir, que é necessário, e com todo esse foco, essa determinação, ela conseguiu! Que orgulho!

Depois fomos esperar os amigos dos 21 km chegaram: a Lenita, o professor Cristiano, o Xando, João, o casal Desafio Running, Débora, Natália e Nádia. Foi lindo. Depois ainda fizemos várias fotos e por fim ainda saboreamos um café delicioso com os quitutes preparados pelos amigos, com direito a cupcakes personalizados com a distância que cada um correu feitos pelo Junior e a July, além de pé de vento (fizeram a meia em pouco mais de 2 horas), ainda cozinham bem!

Na chegada em casa ainda nos deparamos com lindas fotos feitas pelo Daniel Uribe, nosso amigo da CBS, que além de correr, ainda fez imagens deslumbrantes!

IMG_20160613_103255 (1)

Dia inesquecível!

Pontos positivos
– O kit da Meia de Floripa é muito lindo mesmo, com a camiseta manga longa, boné, muito úteis para quem corre!
– O visual é lindo, com certeza correr em Floripa é especial, e o sol e o tempo seco ajudaram muito. O percurso é lindo e desafiador, amei!
– Staff muito simpático, vários pontos de hidratação com opção de água gelada e em temperatura ambiente.
– Guarda-volumes super organizado pelo número de peito de cada atleta.

Pontos a melhorar
– Apesar de vir com material lindo, o kit da Meia é meio fraco em relação a brindes dos patrocinadores.
– Acredito que seria muito mais proveitoso se as largadas de 21 km, 10 km e 5 km fossem separadas. Os meia maratonistas largam antes e depois, juntos, quem vai fazer 5 e 10 km, isso evitaria tanto empurra-empurra.
Algum tipo de separação, nem que seja no último km, para que os atletas primeiros lugares das distâncias maiores que estão chegando possam seguir sem ter que quase esbarrar no povo dos 5 km e 10 km.

IMG-20160612-WA0046 (1)

Fernanda Lüttke

One thought on “10 km com frio, percurso lindo e estreias na Meia Maratona de Floripa

  1. Realmente, correr em Floripa é tudo de bom. Uma prova para reunir amigos corredores e também para fazer novos amigos. Valeu muito a pena acordar as 2:40.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *