Suplementação e corrida: faz como?

Suplementação e corrida

Quem corre e quem faz musculação muitas vezes fica tentado a fazer suplementação. Tá na moda tomar whey protein, usar gel carboidrato nos treinos e ainda tomar o famoso isotônico em vez de água.

Mas afinal, nosso corpo precisa mesmo disso? Se sim, como saber as doses?

Suplementação e corrida

Para entender um pouco mais sobre essa “moda”, conversamos com a nutricionista Nutricionista Camila Taise Tavares, da Health Trainers.

Entrevista

Como saber que minerais e outras substâncias perdemos durante o exercício?
Sabe-se que durante o exercício intenso, pelo suor, além de água, perde-se eletrólitos, como sódio, potássio, cloro e magnésio. A sudorese intensa leva a perda significativa desses minerais, principalmente do sódio, cujos sinais da redução na concentração são as câimbras generalizadas. Além disso, podem surgir também dores de cabeça, fadiga excessiva, dores musculares, náuseas, entre outros. E é a partir desses sintomas que se sabe que houve perdas de água e sais minerais durante o exercício. Existem também exames bioquímicos que podem ser solicitados para verificar as concentrações deles na corrente sanguínea.

A partir de que momento precisamos repor além da água?
É importante a reposição além da água para exercícios de longa duração, principalmente os de alta intensidade. Exercícios de menor duração, mantendo alimentação balanceada ao longo do dia, água é suficiente. Exceto se apresentar sinais e sintomas que justifiquem a necessidade da reposição de eletrólitos.

E sobre proteína, ela é valida para qualquer tipo de treino?
Sim, é claro que as recomendações variam conforme o objetivo do cliente e as suas necessidades, porém ela é importante para todos os tipos de treino, em especial na refeição pós-treino, com o objetivo de auxiliar na reconstrução das fibras musculares.

A proteína precisa ser em pó, como whey protein ou pode ser ingerida de outra maneira? Fará o mesmo efeito?
Os suplementos proteicos são uma opção a mais, por serem mais práticos para serem consumidos, dependendo o horário dos treinos ou para quem tem uma necessidade aumentada no consumo de proteínas, que se fossem ingeridas apenas pela alimentação, seriam um volume muito grande e difícil de atingir. Porém dependendo do caso, a própria alimentação já supre as necessidades proteicas diárias.

Como devem ser ministradas essas substâncias, é seguro tomar por conta própria?
Sabendo-se que as recomendações devem ser individualizadas, pois cada indivíduo tem uma necessidade diferente, o ideal é que a pessoa procure um nutricionista para analisar o contexto geral, como rotina diária e de treinos, histórico de doenças, exames bioquímicos, entre outros, tornando esse consumo mais seguro.

Acompanhe a Camila Tavares (CRN10 5565) no Facebook e no Instagram.

 

Health Trainers

A Health Trainers é formada pelos profissionais de Educação Física Thiago Aguiar Alves, Claudemir Chremonezi e pela Nutricionista Camila Taise Tavares. Tem como principais trabalhos: consultoria esportiva online e presencial, prescrição de treinos, avaliação física corporal e postural, acompanhamento nutricional e personal trainer. Trabalhando com os objetivos e necessidades de cada praticante.

Para mais informações entre em contato pelo e-mail: healthtrainers02@gmail.com

Então, entenderam? Se ficaram com alguma dúvida, deixe sua pergunta nos comentários ou mande e-mail para contato@mulheresnapista.com.br. Vamos procurar o profissional certo para sanar sua dúvida!

Deixe uma resposta

quinze + dezessete =