Maratona de Curitiba 2018: boas e más lembranças de uma prova

Maratona de Curitiba 2018

Neste domingo, dia 18 de novembro, participei da Maratona de Curitiba 2018. Pela segunda vez fiz 5 km nessa prova super tradicional, mas esse ano ela teve vários gostos diferentes.

Maratona de Curitiba 2018

A prova contou com a opção de 5, 10, 42 km e 42 em revezamento. Em princípio não iria para lá, mas fui convidada pelo meu lindo  – e a Equipe Acelera – para acompanhar sua estreia nos 21 km que fez com um amigo. Como negar esse convite?

Para não perder a sua chegada, decidi fazer os 5 km, já que o revezamento largava meia hora antes e todo mundo aqui sabe que não conseguiria fazer 10 km em uma hora numa prova conhecida pelos seus morros.

Entrega do Kit

Os perrengues começaram na entrega dos kits. Não para quem ia fazer 5 ou para quem pegou antes. Mas quem comprou o kit mais caro e foi pegar no sábado ficou sem vários itens da prova, caneca e bonés prometidos, por exemplo.

Por causa disso a organização disponibilizou a troca por outros itens. Mas poxa, quem pagou pelo kit queria os itens anunciados, né?

Dia da corrida

Acordamos cedo, fomos para a largada, fizemos várias fotos e esperamos a hora da largada – afinal ganhei até camiseta com meu nome! Coisa linda!!!

19c58f80-8428-4015-954a-994018ecd172

No local, o guarda-volumes estava bem organizado e havia vários banheiros químicos para os atletas.

Largaram os cadeirantes, os atletas de elite, os maratonistas e os primeiros do revezamento. Havia a possibilidade dos segundos membros do revezamento irem de ônibus – os atletas deveriam comprar voucher de transporte antecipadamente (havia opção para o primeiro voltar para a largada e para o segundo ir para a área de transição).

Por sorte os dois corredores do nosso grupo foram de outra forma, porque depois ficamos sabendo que o transporte foi falho.

Então Carina, Dai e eu fomos para a linha de largada para fazer os 5 km. A largada foi de boa, havia bastante atletas. No meio do caminho muitos morros, uma banda tocando rock do bom e água. Opa, pera, cadê a água. Outro colega achou o posto de hidratação no km 3, mas nós não o vimos.

Acho que o posto estava meio escondido, né?

Quando eu já não aguentava mais, querendo água e achando que estava chegando no meio do percurso: surpresa! Já estava no fim. Menos mau!

Na chegada vários presentinhos: água, picolé, barrinha, isotônico. Pegamos tudo e fomos esperar pelo resto da turma.

O clima estava abafado, chovia, abria o sol e ficamos lá acompanhando e aguardando notícias.

Depois de um tempo recebo mensagem do lindo avisando que havia chego, mas não tinha como voltar para a área de largada/chegada. O transporte dos atletas estava muito ruim, ele teria que esperar muito e não estava passando bem!

Por sorte alguns corredores do grupo Jovino’s Runners o resgatou e o trouxe. Viram que ele não estava bem e o trouxeram no 99 Táxi que os traria também para a área de chegada. Muuuito obrigada, pessoal!

Ele contou depois que pediu para uma das pessoas de atendimento aos corredores para medir a pressão dele que parecia baixa. Mas ela disse que não tinha equipamento para isso no momento (oi???).

Finalmente o grupo começava a ficar completo. Mas ainda faltavam os dois amigos que fariam a segunda parte da maratona de revezamento.

Enquanto esperávamos pelos dois – e acompanhávamos emocionados as chegadas – levamos outro susto. A estrutura do pórtico de chegada caiu! O vento o derrubou e quase atingiu em cheio um dos atletas!

Duas moças que ajudavam ali na organização também tiveram sorte por não terem sido atingidas fortemente. Mas os paramédicos que estavam atendendo os atletas prontamente foram ver a situação das duas. Por sorte ninguém ficou ferido, mas a estrutura metálica poderia ter machucado alguém gravemente.

Depois do susto finalmente mais notícias boas. Os outros amigos chegaram. Festa, comemoração, emoção e mais fotos!

WhatsApp Image 2018-11-18 at 14.22.52

 

Mas achou que a novela havia acabado? Não!

Nos dias seguintes fomos atrás das fotos e resultados. Acredita que a dupla masculina não aparecia em lugar algum? Depois de muito insistir com a organização, apenas nessa quinta-feira eles receberam a informação de como foi o tempo deles!

Pontos positivos

– Pra mim o mais positivo foi poder acompanhar de perto a estreia de uma pessoa tão especial na meia maratona.

06951dc6-5157-4472-a209-648454dfc418

– Acompanhar as chegadas emocionantes também foi sensacional!

– Fazer novos amigos e acompanhar a prova com os amigos da Equipe Acelera! Oh povo mais animado! Quero mais!

Pontos negativos

– Além da água estar escondida no percurso dos 5 km, depois soubemos que pros outros corredores a água disponível estava quente. Outros nem água quente tiveram. Correr 5 km sem água é ruim, é! Mas faltar água para quem está fazendo maratona ou meia é inadmissível!

– O problema no transporte e no kit também foi bem triste. Poxa, a prova é super tradicional, não merecia isso!

– Também soubemos posteriormente que quem fez a primeira parte do revezamento não correu necessariamente 21 km. Aff!

E você

E você, participou da prova? Conta pra gente como foi!

Deixe uma resposta

cinco × 2 =