Blumenau10K 2018 movimentou as ruas da cidade neste domingo (10)

Blumenau10k 2018

A promessa era de que a manhã do último domingo (10) seria a mais fria deste outono. E de fato as temperaturas estavam baixas: 10ºC no horário da largada da Blumenau10K 2018, corrida de rua que reuniu cerca de 600 corredores em frente ao Neumarkt Shopping para percorrerem 5 km e 10 km pelas ruas do Centro Histórico da cidade. O evento teve como padrinho o medalhista olímpico Robson Caetano, o maior velocista da história do atletismo brasileiro.

robson

O ex-velocista foi o responsável pela contagem regressiva da prova, mas também foi um grande incentivador daqueles que, aos poucos, iam cruzando a linha de chegada. “Me faz muito bem ver o brilho nos olhos dessas pessoas concluindo a prova. É uma inspiração e me deixa incrivelmente feliz”, explica o ídolo Robson Caetano, que aproveitou para fazer fotos com os fãs durante todo o evento.

pernas

Dono de dois ouros nos jogos Pan-Americanos (1991) e de duas medalhas olímpicas (1988 e 1996), Robson Caetano faz parte, juntamente com outros grandes campeões brasileiros, do Programa Heróis do Atletismo Caixa. O projeto leva os ídolos ao encontro da população e tem como objetivo mostrar exemplos de vida, de cidadania e de inclusão social às novas gerações. “É muito bonito ver as crianças já se interessando pelo esporte. Precisamos investir na base para voltarmos a ter grandes campeões no país”, considera.

Prova para todas as idades

Empresário do ramo da construção civil em Blumenau, Raul Cardozo, 70 anos, tem uma história de amor com as corridas. Ele pratica o esporte há 45 anos, quando abandonou o sonho de ser jogador de futsal. “Comecei a correr para melhorar meu desempenho como jogador. Mas gostei tanto que desisti do futebol de salão e resolvi apenas correr. Hoje, 60% do meu dia é dedicado ao esporte. Faço pilates, musculação e corrida”, conta Cardozo, que participou das oito edições da Blumenau10K, evento que já se tornou um dos mais queridos por ele. “É uma prova que respeita o atleta, que proporciona segurança no percurso e dá ótima assistência aos corredores. Esses são os requisitos indispensáveis para uma excelente prova”, considera.

raul cardozo

Para Amanda Dognini, 23 anos, o frio e a distância também não foram desculpas para não sair da cama. Ela mora em Joinville e fez a família toda acordar cedinho para prestigiar o evento em Blumenau. “Sempre corro com os meus sogros, mas hoje é especial, porque é a primeira vez que o meu pai veio me ver correndo. De quebra, ainda conquistei o primeiro lugar na categoria nos 10k”, comemora.

amanda

A Blumenau10K contou com a participação de crianças a partir de quatro anos, na Corrida Kids, até idosos acima de 70 anos.

Heptacampeã na corrida

Das oito edições da prova, Nair da Silva, 38 anos, campeã dos 10k com o tempo de 39m10s, participou de sete – e venceu todas. Ela, que acaba de participar do seu terceiro Mundial de Marcha Atlética, ficou muito feliz com o resultado conquistado na Blumenau10K. “Essa prova é minha queridinha, porque a gente corre em casa. E este ano ela foi especial, porque eu tive certeza de que a lesão que me acompanhou no Mundial foi embora”, explica, feliz. Nair foi campeã brasileira e sul americana de marcha atlética (50k) em 2017 e em 2018 é a recordista brasileira na modalidade. Ela corre desde 1999 e nesse período já participou de provas com distâncias que variaram de 5k a 42k – foram sete maratonas.

Blumenau10k 2018
Nair (C) acompanhada das quatro primeiras colocadas no geral 10k da Blumenau10K

Seguindo o exemplo da professora Nair, a atleta Clenir Corrêa Bof, 43 anos, venceu a prova dos 5k com o tempo de 19m44s e estava radiante. “Essa foi a minha melhor prova, o meu melhor tempo, e isso me deixa muito feliz, porque acabei de correr a Maratona do Rio”, conta ela, que participou de cinco das oito edições da Blumenau10K e ganhou três. “A Blumenau10K é muito bem organizada e respeita os atletas. Além disso, traz pessoas como Robson Caetano, que faz parte da história do atletismo brasileiro é incrível. Claro que registrei meu momento com ele”, confessa.

Blumenau10k 2018
Clenir (C) e as outras quatro primeiras colocadas no geral 5k da Blumenau10K

Nos 10k masculino, o ganhador da prova foi Luis Fernando Damathe, com o tempo de 34m18s, e nos 5k o primeiro lugar ficou com Vinícius Theis, com 15m43s.

Blumenau10k 2018
Luis Fernando Damathe (C) e os outros quatro colocados no geral 10k da Blumenau10K
Blumenau10k 2018
Vinícius Theis (C) e os outros quatro colocados no geral 5k da Blumenau10K

Evento perfeito

Para a organização da Blumenau10K, o evento foi perfeito. “O clima estava ideal, tivemos muitas crianças participando, e todos os atletas ficaram muito animados com a presença do ídolo nacional Robson Caetano. O pré-evento, o bate-papo com o medalhista olímpico na praça de eventos do Neumarkt Shopping, também abrilhantou ainda mais essa prova, que já se tornou tradicional na cidade. No próximo ano estaremos de volta com mais novidades”, considera Luis Silva, dono da Number Esportes, organizadora do Circuito SC10K Caixa em parceria com a 42K Assessoria Esportiva.

Blumenau10k 2018

Blumenau10k 2018

Próxima etapa será em Jaraguá do Sul

A próxima parada do Circuito SC10K Caixa é em Jaraguá do Sul, para a quarta edição da Jaraguá10K, que terá percursos de 5k e 10k e Corrida Kids para crianças entre quatro e 13 anos. A prova está agendada para o dia 1º de julho, com largada às 8 horas, em frente ao Ginásio de Esportes Arthur Müller. As inscrições estão abertas e podem ser feitas no site da SC10K.

Além da Jaraguá10K e da Blumenau10K, o Circuito SC10K realiza provas em Joinville, Balneário Camboriú e Criciúma. O Circuito SC10K é realizado pela Number Esportes com direção técnica da 42K Assessoria Esportiva. As duas empresas também são responsáveis pela organização de corridas como a Night Run Joinville e o Desafio do Mirante, também em Joinville – essa última em parceria com a KM Eventos.

Deixe uma resposta

12 + oito =